Teoria Musical (Partitura) para bateristas?

Afinal de contas, ler partitura é importante ou não para batera?

 

Derek Melo aqui mais uma vez com um assunto que eu simplesmente adoro abordar que é a questão da teoria musical!

Se você já assistiu alguns dos primeiros vídeos do Canal Monster Batera, já deve saber que eu não comecei a tocar com teoria musical, mas como a imensa maioria dos bateras, comecei tocando de ouvido.

Como este vídeo:

Durante um bom tempo, concordei com muitos bateras e principalmente percussionistas que conheci, que realmente partitura para a nossa “classe” de instrumento realmente não era necessária, só se você realmente fosse um daqueles percussionistas “duros” que tocam em orquestra (obviamente, hoje em dia não penso mais isso sobre percussionistas de orquestra).

Afinal de contas, como vários bateras e percussas pensam, eu também tinha o dom, também tinha a facilidade… Até ver um batera de verdade tocando um rítmo latino, como é o caso do grande Horacio El Negro Hernandez, quem conhece o trabalho do cara sabe o quanto é complexo e difícil manter aquele desenho no pé esquerdo enquanto o restante dos membros está tocando sabe Deus lá o que…

O fato é que depois de ver grandes músicos como este cara, o próprio Tony Royster Jr que hoje em dia é hiper mainstream entre os bateras do mundo todo, todos os caras do Gospel Chops, Thomas Lang, Billy Cobham e por ai vai, eu me peguei pensando: Como eu pude ser tão ingênuo e até desrespeitoso achando que bateras do calibre desses caras conseguiram chegar no nível em que estão, tocando meia hora por dia tocando músicas de um cd de Punk Rock?

Foi a partir de então que a necessidade da teoria e uma compreensão mais profunda das possibilidades que existem por trás de instrumentos de percussão se fez necessário para que eu conseguisse evoluir mais na batera.

Se eu comecei a estudar? Sim, comecei a estudar e MUITO! Depois de pegar aulas de teoria musical com meu grande amigo e um dos músicos mais incríveis que tive o prazer de conhecer Alex Sanches, consegui aprender teoria musical que no fim das contas, não era o bicho de sete cabeças que eu achei que fosse.

Ler partitura ou “ler música” como muitos músicos defendem como termo correto (e que acho extremamente bem colocado), me fez sair de uma caixinha que muitos músicos nunca conseguem sair, esta é a caixinha do 4 por 4…

Sabe aquele termo que hoje em dia está hiper famoso, com o advento das startups de tecnologia e inovação que o pessoal costuma falar muito, o tal do “Pensar fora da caixinha”?

Te convido a fazer o mesmo na música, saia da caixinha do 4 por 4, tomar esta atitude é uma das maiores demonstração de respeito não só pelo seu instrumento, seja ele qual for, mas também é uma demonstração de respeito à música como arte que é, aos nossos ancestrais que dedicaram a vida a criar e aperfeiçoar uma linguagem própria e única na qual todos os músicos do mundo podem se compreender sem nenhuma dificuldade.

Sem contar um fator que julgo importantíssimo: Você já ouviu falar de algum escritor de livro que não soubesse ler e escrever a própria lingua?

Imagine se J.R.R Tolkien não soubesse ler e escrever e dependesse dos outros, você realmente acha que a saga Senhor dos Anéis seria o que é hoje? (Sim, eu sou nerd rsrsrsr)

Pense bem nisso, você não se comunica de forma plena se não souber ouvir, falar, ler e escrever sua lingua ou mesmo qualquer outra. E porque com a música seria diferente?

Um pouco de pretenção da nossa parte achar que somos tão bons que dedicar um pouco do nosso tempo à compreensão da música e dos nossos instrumentos de forma completa é desnecessário, concorda?

Então meu amigo batera, não só te incentivo a tomar a atitude de ir além e transcender as barreiras do conhecimento musical, como  te convido a incentivar outros músicos que ainda não tomaram esta atitude a fazer o mesmo, o mercado da música e a música como a nobre arte que é só tendem a ganhar com isso!

Fala a verdade, é empolgante não é? É simplesmente sensacional quando você percebe que compreende, fala, escreve e lê com fluência a música, podendo ir além do que você jamais achou que iria, testando as nuancias, os estilos, os rítmos, as técnicas de cada instrumento de forma completa!

E por que não começar hoje? Escrevi um e-book 100% gratuito falando exatamente sobre os princípios da teoria musical voltado para bateristas, para você que ficou interessado em se tornar um músico completo, poder entender como e por onde começar na teoria musical da forma mais simples e direta possível!

É só clicar no link e se inscrever que vou mandar o e-book de teoria musical gratuitamente para o seu email, fechou?

Segue o link: http://goo.gl/Zy2TEi

E claro, pra você que já sabe ler e de repente está vindo de outro instrumento pro mundo da batera mas não sabe como começar, segue o link de material para iniciantes, onde explico como começar, como segurar as baquetas, como conduzir seus estudos e como tocar os primeiros exercícios em 3 vídeos, tudo gratuitamente: http://goo.gl/AsyJZN

Mas pra você que já toca e quer aprimorar sua técnica na batera, melhorando seus rulos duplos (double stroke roll), rulos de paradiddles e paradiddlediddles, além de aprender a como aplicar visuais como BackStick nos rudimentos, segue o link para a lista de intermediários onde você vai receber 3 aulas em vídeo gratuitamente explicando todos estes conceitos e obviamente, muito material legal! Segue o link: http://goo.gl/ZMosQq

Bom, é isso ai batera, vamos fazer barulhooooooo!!!!!

Mas não posso deixar de finalizar com a seguinte pergunta: E você o que acha da teoria musical aplicada na batera? Vamos bater um papo ai nos comentários sobre o assunto!

Tamo junto!!!

Derek Melo

4 Respostas

    1. Derek

      Fala Luiz, tudo certo batera?
      O mais importante de tudo, é na verdade, conseguir entender a teoria musical, ler e escrever a linguagem da música, partituras, conseguimos encontrar em todos os cantos pela internet, graças a vários bateras que gostam de colaborar bastante, transcrevendo grooves, viradas, escrevendo metodologias, mas conhecer bem a teoria, é a base de tudo isso, então te dou todo o apoio do mundo, para fazer exatamente o que você falou: Cair nos estudos!!!
      Abração!!!
      Derek

  1. Jefferson Costa

    Muito bom..
    Como sou iniciante hoje, vejo o quanto é importante o estude de partitura pra ser “um” batera!
    Derek, a ordem dos fatores, como na matemática, alteram os fatores?
    Estudar primeiro rudimentos e depois partitura pode ser a melhor linha de direção?

Deixe uma Resposta

ăn dặm kiểu NhậtResponsive WordPress Themenhà cấp 4 nông thônthời trang trẻ emgiày cao gótshop giày nữdownload wordpress pluginsmẫu biệt thự đẹpepichouseáo sơ mi nữhouse beautiful