Então o problema é aprender a tocar double stroke?

Eu quero é tocar Duplos #&%%@!!!

Faaaaaala batera!!!

Derek Melo aqui mais uma vez, e tenho que te dizer que estou impressionado com o que anda acontecendo!

Você já deve saber que comecei a fazer os vídeos falando sobre rudimentos envolvendo double stroke, certo?

Pois é… Só não sabia que começar a explicar isso ia gerar tanta repercussão Rsrsrsrs.

A galera que assiste os vídeos no YouTube e que está entrando para a lista VIP de intermediários está contente com o fato de eu explicar alguns “pulos do gato” sobre double stroke roll no vídeo interno que só mando pra lista, recebi mensagens que realmente me deixaram muito emocionado e quero agradecer de coração a cada um de vocês que estão acompanhando estes materiais!

(Se você ainda não faz parte da lista VIP, não tem problema, é só clicar aqui e entrar gratuitamente, você vai receber muito material legal, além de podermos bater um papo mais próximo sobre suas dúvidas. Estamos criando uma comunidade muito legal de bateristas que se falam pela lista VIP! Quer participar também batera? Então clique aqui!!!)

Como percebi que o interesse é significativo no assunto Double Stroke Roll, resolvi escrever este post para começarmos a bater um papo a respeito.

Afinal de contas, quem não adora tocar rulos duplos não é? Eu realmente sou apaixonado, uso mais double strokes do que single strokes em meus chops inclusive!

O fato é que o estudo do rulo duplo na maioria dos casos não é feito de uma forma a dar um resultado satisfatório a curto e médio prazo na minha opinião.

Vamos ser sinceros um pouco aqui! Rsrsrs

Todo mundo sabe que velocidade não é o único objetivo de um baterista, afinal, nem todas as músicas pedem velocidade, a maioria pede mais musicalidade, inclusive, muitas músicas se quer necessitam de um rulo duplo se quer, mas vamos assumir aqui… É muito bacana tocar um rulo duplo limpinho, consistente, rápido e bonito não é verdade?

Chega a arrepiar aqueles double strokes em crescendo que parecem que estão rasgando a pele do instrumento, como os rulos do saudoso Dennis Chambers ou mesmo aqueles grooves absurdos com padrões de rulos duplos no chimbal que o Carter Beauford aplica nas músicas do Dave Matthews Band, concorda?

Pois é… Eu sei bem disso, lembro que quando comecei a tocar e acompanhar o trabalho de bateristas como destes caras, pensava que era impossível chegar naquele nível de limpeza, por que meus rulos duplos pareciam até buzz rolls quando eu tocava um pouco mais rápido, uma das mãos sempre ficava capengando…

Comecei a procurar várias formas de desvendar o “mistério” que existe por trás desse rudimento tão simples, porque tenho que admitir que estudar a metodologia padrão que vemos na maioria dos vídeos por ai, não me gerava o resultado esperado… Eu me preocupava em deixar o braço no angulo X, movimentar o pulso no angulo Y e não deixar meu cotovelo atrapalhar sei lá o que mais… Minha cabeça entrava em parafuso, literalmente!

Será mesmo que o negócio tinha que ser tão complexo assim? Isso era uma coisa que me deixava meio pensativo…

Infelizmente, já tive alguns problemas no mercado da música por explicar certos conceitos sobre rudimentos de forma um pouco aberta, mas nem vale a pena entrar nesse mérito…

Vamos voltar ao foco do assunto!

Começamos então a abordar a questão dos rulos duplos nos vídeos e queria chamar a sua atenção para os dois primeiros vídeos que criei que são a base de todos os rudimentos com rulo duplo, porém, com o adendo de um terceiro vídeo muito importante, sobre expressão musical.

Vamos usar muito expressão musical daqui pra frente batera, pois alguns rudimentos são acentuados, possuem notas “tap” e etc, então antes de continuar e ir para os vídeos de rulos duplos, dê uma conferida nesse vídeo aqui:

 

Compreendido o conceito da expressão musical batera?

Perfeito, vamos lá, para começarmos a tocar rulo duplo, precisamos primeiro entender como o rulo duplo funciona nos membros, para isso, passei em um vídeo, um exercício retirado do ABC’s que é uma sequência de exercícios para rulo duplo, existe todo um conceito por trás deste exercício, da uma conferida no material batera:

À partir disso, o movimento vai estar mais claro e a aplicação do rulo duplo como rudimento mesmo já vai ficar moleza!

Seguindo a linha de raciocínio criei o próximo vídeo na sequência, você vai perceber até pela minha forma simples de falar, que realmente, não há metodologias absurdas por trás de algo simples:

Moleza não é?

Ficou bem mais claro agora como tocar rulos duplos não é tão difícil assim não é batera? O estudo de forma inteligente, faz toda a diferença no resultado que pretendemos chegar no menor tempo possível, afinal, precisamos estudar mais coisas e nos manter em constante evolução!

Mas como comentei com vocês, é um pouco complicado falar de um macetezinho meio chave, o famoso pulo do gato de forma aberta, pois já tive problemas com esses conceitos anteriormente, por isso criei a lista VIP de intermediários, onde posso falar com vocês sobre isso e como lá dentro o espaço é todo nosso, fica mais fácil falar sobre isso sem possíveis restrições externas do mercado.

Bom batera, vou ficar por aqui.

Se quer discutir mais a respeito dos macetes por trás do estudo de double stroke roll, vamos bater um papo mais aberto dentro da lista VIP, a participação não tem custo algum e você vai poder ter acesso a materiais que não coloco no youtube, sem contar o bate papo por lá!

Se você está começando a se aventurar no mundo da batera, não pode deixar de conferir o material para iniciantes que criei na lista VIP. Você vai aprender desde como segurar a baqueta, como conduzir seus estudos, até como tocar os primeiros exercícios em 3 vídeos, tudo gratuitamente: http://goo.gl/AsyJZN

Mas pra você que já toca e quer aprimorar sua técnica na batera, melhorando seus rulos duplos (double stroke roll), rulos de paradiddles e paradiddlediddles, além de aprender a como aplicar visuais como BackStick nos rudimentos, segue o link para a lista de intermediários onde você vai receber 3 aulas em vídeo gratuitamente explicando todos estes conceitos e obviamente, muito material legal! Segue o link: http://goo.gl/ZMosQq

E para você que independente de ser iniciante, intermediário ou avançado, não conhece teoria musical, mas tem interesse em se aprofundar e aprender a ler e escrever música, pode dar uma conferida na lista VIP de teoria musical, na qual te entrego um E-Book gratuito que fiz sobre os princípios da teoria musical voltada para bateristas, no seguinte link: http://goo.gl/Zy2TEi

Estamos juntos batera e vamos fazer muito barulhooooo!!!!

Grande Abraço

Derek Melo

Deixe uma Resposta

ăn dặm kiểu NhậtResponsive WordPress Themenhà cấp 4 nông thônthời trang trẻ emgiày cao gótshop giày nữdownload wordpress pluginsmẫu biệt thự đẹpepichouseáo sơ mi nữhouse beautiful